Mudança de Hábitos da Má – Textão

Oi gente!

Esse é o post que todo mundo pediu  sobre o milagre do emagrecimento e prepara a poltrona por que é textão hahaha!

Emagreci mesmo, 20kg, aí agora engordei um pouco, a vida é assim. Não foi rápido ou fácil e eu não consegui emagrecer por que eu sou determinada, ou guerreira ou focada, mas ainda sim é minha conquista e vou falar um pouco do histórico todo.

227825_2035159684520_7245013_n

Eu com as novinhas hahaha

Eu nunca fui mignon né, mesmo adolescente e tal nunca fui magrinha. Mas é aquela velha historia de baixa autoestima  adolescente e essas imposições sobre padrão de beleza que só fazem a vida da gente ser mais “fácil” hahahaah. Bom, aí que com essa história de baixa auto estima combinada com uma atitude negativa pra todo o resto dos assuntos eu passei uma boa parte dessa época comendo as coisas erradas nas horas erradas pelos motivos errados. Vou citar, e provavelmente mesmo sem assumir você vai se identificar, relaxa, já disse a vida é assim:

  • Me sentia (coloque aqui o adjetivo ruim que você preferir) > ficava triste > comia uma coisa mara pra ficar feliz;
  • Estava nervosa com a vida >  ignorava a rotina das refeições pra me distrair > na hora da fome eu comia um salgado na rua ou uma bolacha ou um sanduíche gostosinho e ficava feliz;
  • (Esse é pra depois de velha) Tenho um projeto > tô super dedicada  > priorizava o projeto à minha rotina de necessidades básicas, alegando que: prazos e produções e whatever dependem de mim pra funcionar > ai comia nas horas erradas.

Quando eu dei por mim, cada regime que eu começava nas inúmeras segundas feiras só estavam me fazendo ficar mais triste e desencadeando esses gatilhos de comer pra ser feliz que eu citei ai em cima. Aí entra a chave da questão, e já disse duas vezes até agora: A VIDA É ASSIM haha, cheia de altos e baixos, conquistas e fracassos e principalmente: imprevistos. Isso é evolução. Desisti de me iludir achando que podia ter controle sobre alguma macro coisa e me esforcei pra conseguir ser melhor do que eu era um dia após o outro. Isso também não foi de uma vez . Não foi um botão que eu apertei. Aliás, foi uma atitude, uma mudança de comportamento da minha parte, demorou um pouco pra eu me acostumar. Teve alguns tapas na cara no meio do caminho por exemplo… Das pessoas que eu mais gostava. Tive que deixar pra trás a Mayra “orgulhosa e autossuficiente” que “não se importava” ou “não precisava”e me livrei das verdades e convicções que eu inventei de guardar pra mim eu sei lá porque. Ser feliz só dependia de mim, vários assuntos me frustravam e PRINCIPALMENTE estar infeliz com minha própria imagem. Baixei a guarda, em vez de ter razão, resolvi procurar ajuda pra viver feliz. 

Nesse tempo eu comecei a treinar com meu namorado tentando comer menos. Não deu muuuuuito certo haha, nessa época eu ainda tava com a atitude de adolescente. Uma das únicas broncas que ele me deu na vida foi sobre meu esforço com esse plano e sobre como minha cara de saco cheio e reclamações durante o treino não eram legais pra ele que tava tentando me ajudar ou pra mim se eu queria mesmo chegar em algum lugar. Foi um dos tapas na cara. O Guilherme nunca briga comigo, nunca. Penso nisso até hoje nos meus dias de ranzinza hahaha.

Depois disso fui na nutricionista da minha prima, e precisei desfazer outro nó mental. Tava com dó de pagar o valor de uma nutricionista e alegando que eu sabia exatamente o que eu tinha que fazer pra emagrecer… O mesmo nó que eu desfiz pra aqueles momentos que a gente chega no mercado e pensa :” Mas (coloque aqui sua farinha branca/ carbo ou receita de vó preferida) é mais barato e mata mais a fome do que esse monte de coisas de dieta…” É, tudo custou um pouco caro pra minha antiga Mayra ranzinza, mas deu resultado e mudou minha vida. Depois de comparar mil vezes os preços de palmito e bolacha passatempo eu percebi que a longo prazo a passatempo é BEM BEM BEM MAIS CARA. Por que felicidade não tem preço.  😉

Cheguei na nutri e foi até gostoso o cardápio mas já no primeiro retorno tava lá eu chorando por que não tinha conseguido seguir o cardápio hahaha. A maravilhosa da Eliane (nutri) quase me abraçou pegou no colo e explicou que tudo bem e que era normal mas que eu precisava tentar de novo. Ela fez isso comigo ALGUMAS vezes provavelmente sempre que o retorno caia perto das TPMs. (Meu professor da academia também passou por essa fase depois hahahahah) Depois do trauma superado eu me empolguei e voltava lá pra acompanhar o andamento toda semana. E com isso A Eliane foi me propondo vários cardápios diferentes que eu gosto de lembrar como fase de testes. Descobri várias coisas que são ótimas pra dieta mas que não funcionam pra mim, por motivos de costume ou reação ou estilo de vida ou sei lá. A partir daí eu com a ajuda dela fui buscando alternativas mais saudáveis e menos industrializadas pra eu me alimentar das coisas que funcionaram. E foi só na pratica que deu certo.  Resumindo, com um pensamento filosofal da sabedoria popular internetical motivacional: “Não desista de algo que você não consegue passar um dia sem pensar.” (Autor desconhecido)

A sequencia na linha do tempo foi

Tempo de academia com o Gui pra ir pra praia > 3 meses de dieta sem atividade física > começo da atividade suave > aulas de luta, yoga e musculação (tinha um tempo livre incrível hahaha) > treinos 2 x por dia > Sucesso profissional ❤  > treino 1x por dia > estagnação.

No começo dos treinos era um suplicio, eu tava bem acima do peso ainda e cada coisa que eu fazia eu quase morria sem ar. O orgulho ainda existia né, mas agora era mais consciente, daí ficava emputecida de não conseguir terminar as coisas e no dia seguinte tava eu lá de novo com vergonha tentando mais uma vez. Depois fiz um monte de amigos novos e convivia melhor socialmente, também foi a época do tempo livre. Começaram a aparecer umas micromudanças corporais que pra mim eram maravilhosas, foi mágico hahaha. Uma vez liguei pro Gui e disse ” Sabe quem apareceu hoje? Minha costela!” hahahaha Sempre treinei com foco pra emagrecer e não pra crescer e tal, teve uma época que peguei mais gosto de conseguir levantar pesos e até sinto um pouco de falta as vezes, mas acho que é por que eu enjoo rápido das coisas, continuo ansiosona…

Voltando lá no começo, sobre auto estima, se sentir capaz é um negócio fantástico . Quando te faz se sentir admirada então, nem se fala. Por que a partir do momento que pela fé em você mesma ou com resultados aparecendo, a auto confiança te dá um gás e você resolve problemas com muito mais clareza. Resumindo: Não existe mais a necessidade de compensação, nem de distração, nem de comidas erradas pro seu estilo de vida, aí BUM !! Você tá feliz.  Louco né?

Bom depois do textão do desabafo vou fazer tópicos pra ficar mais suave 😉

Dados técnicos:

Inicio do processo: 91kg

fev 2013

minha formatura de Design de Moda em 2013

Duração desse momento todo dos 20kg: 1 ano e 8 meses (entendedores entenderão haha)

10366126_717041058359833_370275763591724191_n

Essa foi a primeira vez que eu me vi numa foto e não quis chorar de raiva, inauguração de uma loja.

O que em resumo mudou nos meus hábitos/ dietas que deram certo PRA MIM:

  • todas as frutas e verduras e legumes possíveis
  • cortei farinha branca e alguns cereais (uma época,depois só diminui)
  • água /chás e bebidas naturais de verdade (parei com caixinhas e pózinhos)
  • comer mini coisas de 2 ou 3 em 3 horas (coisas orgânicas tá? Barrinha de cereal ou bolachas fit não entram nessa)
  • planejamento alimentar semanal (fazia todas as marmitas da semana no domingo)
  • comia por que eu precisava me nutrir e por gosto, então fazia tudo ficar gostoso kkk( purê de abóbora com 1kg de queijo ralado que o diga!)
  • atitude resiliente e positiva (descobri na fase de testes que stress mesmo sem calorias me engorda)
  • regras de abuso e compensação (jaquei intermináveis vezes, foi até melhor ter sido assim por que todo mundo tem direito de ser feliz ^^)
  • cortei o máximo de açúcar que eu pude. ( café,chá, suco… único açúcar que eu como são nas jacadas)
ensaiomayra editar (67)

to magra ainda não povo, mas a foto ficou mara \o/

Mayra mas você tomou algum remédio?

Sim haha, tomei vários, mas não acho eles remédios, e também não julgo quem toma remédio pra emagrecer. Por que como eu já disse antes, o importante é ser feliz. Tomei algumas fórmulas em algumas épocas, não foi o tempo todo. Tomava complexo vitamínico sempre que podia ou achava que precisava, e cada uma dessas coisas foi indicada pela nutricionista ou médico. Pelo que eu pesquisei sempre (obrigada amigas da saúde) nada era muito remédio, eram componentes diuréticos, fibras e probióticos, por isso que eu acho que não são remédios…

Finalizando, emagreci, engordei, tentei desistir algumas vezes, mas no fim aprendi que se uma coisa é importante pra você ela vai voltar a te incomodar, e não fazer nada a respeito é autossabotagem (burrice) e que todo mundo nessa vida tem direito de ser feliz.

A Eli deu uma entrevista pra mim sobre o jeito dela de atender, semana que vem tá no blog ^^ e dia 30 tenho retorno depois de umas turbulências na minha vida, vou ver o estrago, e planejar DE NOVO o que eu quero pra mim. Aí eu conto mais =)

Beijo e obrigada pra quem leu até o fim haha ^^

Ah! Infos importantes, por que mesmo sem ser publi sem eles não tinha sucesso nenhum:

Eliane Petean (nutri do amor):  centro de nutrição celular

Lucas e Fer (personais monstrinhos do sucesso): go fitness

Prima fitness (das receitas do balacobaco): ideias fit

Carol Rofino (que me amassa toda semana kkk): Carol Rofino Estetica

Foto mara da autoestima + produção:  Duci

 

 

Anúncios

Um comentário sobre “Mudança de Hábitos da Má – Textão

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s